Dicas Para “Aumentar” Sua Imunidade

11 de novembro de 2018 1174 1 8

Você faz parte desse grupo de pessoas que está sempre sentindo os efeitos das mudanças climáticas? Se você mora em São Paulo sabe que tem dias que temos todas as estações do ano em menos de 24 horas, temos grande amplitude térmica e, muitas vezes, baixa umidade relativa do ar. Tudo isso aliado à poluição do ar faz com que muitas pessoas sofram com doenças oportunistas.

Seu sistema imune é incrível, existe um exército de células programadas para te defender de agentes invasores. Porém, ele pode ficar sobrecarregado dependendo do seu estilo de vida e do ambiente que você vive. A obesidade, por exemplo, é uma doença inflamatória que deixa o sistema imune do indivíduo menos eficaz. A recorrência de doenças como herpes, candidíase, aftas, resfriados e gripes indicam uma condição popularmente chamada de baixa imunidade. Mas o que causa essa baixa imunidade? E como posso “fortalecer” meu sistema imunológico?

Muitos fatores podem contribuir para que sua resposta imunológica se torne ineficiente. Existem condições genéticas, fatores associados à medicamentos, exposição à radiação, tratamentos como a quimioterapia, alimentação deficiente em nutrientes, excesso ou falta de exercícios físicos, repouso inadequado e estresse prolongado. A alimentação possui relação direta e indireta com o sistema imune. Várias pesquisas apontam para relações diretas entre as vitaminas E, A, ômega 3 e 6, ácido linoléico, entre outros.

Existem fatores que não conseguimos mudar, como um tratamento necessário ou uma condição genética, por exemplo. Portanto você precisa focar no que está no seu controle e iniciar o processo de mudança. Para isso, existem algumas estratégias nutricionais e de estilo de vida que podem reduzir seus momentos de altos e baixos, anota aí as dicas:

  1. Faça exercícios regulares – escolha uma atividade que te dê prazer e seja um momento para relaxar a mente.
  2. Tenha uma rotina de sono – O repouso é essencial para o correto funcionamento do organismo. Procure estar atento não só à quantidade de horas dormidas mas também à qualidade do seu sono. Um chá relaxante antes de deitar pode ser muito útil. Além disso, evite o uso do celular logo antes de dormir. A luz emitida pela tela pode te deixar alerta e atrapalhar seu sono.
  3. Tenha uma alimentação rica em nutrientes – Deve ser variada e predominantemente de origem vegetal com muitas verduras, legumes e frutas. Isso irá garantir a quantidade de antioxidantes, vitaminas e minerais necessários para o funcionamento do sistema imune. Se possível, consuma pelo menos um alimento cru em cada uma das refeições principais.
  4. Inclua na alimentação fontes de ômega 3 – Ele está presente em maiores quantidades em peixes de águas profundas como o atum e a sardinha, em sementes como a linhaça e a chia e nas oleaginosas como as amêndoas, pistache, nozes, entre outros.
  5. Evite alimentos com propriedades inflamatórias – Excesso de produtos industrializados, farinhas refinadas, queijos amarelos e embutidos. Algumas pessoas também devem reduzir o consumo do leite, que pode agravar infecções no sistema respiratório.
  6. Cuide da saúde intestinal – Nosso intestino está cheio de bactérias que nos ajudam a absorver nutrientes para uma digestão adequada. Porém, a proliferação indesejada de alguns tipos pode levar a doenças. Para manter o equilíbrio dessa microbiota intestinal, devemos consumir alimentos ricos em probióticos como por exemplo iogurtes, coalhadas, kefir, fermentados como a kombucha e fibras prebióticas presentes em alimentos como o alho, cebola, aspargos, alcachofra, entre outros.

Enfim, com uma vida mais tranquila e uma alimentação adequada seu organismo estará mais forte para lutar contra os microorganismos responsáveis por causar infecções.

Categorias: Atividade Física, Nutrição
share
Comentários
  1. -

    Excellent site. Lots of useful information here. I’m sending it to several pals ans additionally sharing in delicious. And of course, thanks in your effort!

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *